terça-feira, 31 de janeiro de 2017

domingo, 29 de janeiro de 2017

Domingo, dia de tomar banho e...

... ir ao cinema (de ficção negra, ou talvez não...)

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Over and out


"Over and out" - nos tempos antes internet era assim que se concluíam as conversas via rádio entre pessoas e grupos.
Lembrei-me do termo, ontem há noite, à saída da mais inacreditável sessão política a que assisti nas minhas viagens à vida partidária local. Um atentado à verdade, ao intelecto e ao respeito mútuo, transformado em cenas de surrealidade política a roçar o seu grau zero.
Que venha de lá o rei, nu ou de lantejoulas coberto...   
 Para mim chega!(Over and out)
  --------------------------------------


"O segredo do demagogo é de se fazer passar por tão estúpido quanto a sua plateia, para que esta imagine ser tão esperta quanto ele"
 
Karl Kraus


sábado, 21 de janeiro de 2017

Domingo, dia de tomar banho e...

... pray for America! 


"I'm a Nasty Woman.
Not as nasty as a man who looks like he bathes in cheeto dust.
Not as nasty a man who is a diss track to America.
From Back to broken Back he's stomped on, his words are just more white noise ruining this national anthem.
I'm not as nasty as confederate flags being tattooed across my city;
maybe the south actually is going to rise again
Or maybe it never really fell
Because we're still drowning in vanilla coated power
Slavery has just been reinterpreted into the prison system
Black lives are still in shackles and graves just for being black in front of people who see melanin as animal skin"
. . .  
Nina Donovan


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Forças ocultas

"A ignorância de um povo é a principal força dos seus governantes"  
(...net)

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Arriba México!

"privatizem os sonhos, privatizem a Lei e privatizem a justiça; mas se querem (mesmo) uma privatização a fundo...






domingo, 15 de janeiro de 2017

Domingo, dia de tomar banho e...

de "viajar" para além da lua...


...Though you can't see me
I'm always near
Somewhere beyond the moon
There'll be no sadness
There'll be no fear...

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Penitência ?


Maybe I'm foolish, maybe I'm blind
Thinking I can see through this and see what's behind
Got no way to prove it so maybe I'm blind

But I'm only human after all, I'm only human after all
Don't put your blame on me

Take a look in the mirror and what do you see
Do you see it clearer or are you deceived in what you believe

Cos I'm only human after all, you're only human after all
Don't put the blame on me
Don't put your blame on me

Some people got the real problems
Some people out of luck
Some people think I can solve them
Lord heavens above
I'm only human after all, I'm only human after all
Don't put the blame on me
Don't put the blame on me

Don't ask my opinion, don't ask me to lie
Then beg for forgiveness for making you cry, making you cry

Cos I'm only human after all, I'm only human after all
Don't put your blame on me, don't put the blame on me

Some people got the real problems
Some people out of luck
Some people think I can solve them
Lord heavens above
I'm only human after all, I'm only human after all
Don't put the blame on me
Don't put the blame on me
I'm only human I make mistakes
I'm only human that's all it takes to put the blame on me
Don't put your blame on me

I'm no prophet or messiah
Should go looking somewhere higher

I'm only human after all, I'm only human after all
Don't put the blame on me, don't put the blame on me
I'm only human I do what I can
I'm just a man, I do what I can
Don't put the blame on me
Don't put your blame on me

sábado, 7 de janeiro de 2017

Soares foi fixe





(só...) porque me tornou discípulo da liberdade, igualdade e fraternidade enquanto os ideais mais nobres e imprescindíveis da vivência democrática.






quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Coisas (certas)


Não existiria som
Se não h
ouvesse o silêncio
Não haveria luz
Se não f
osse a escuridão
A vida é mesmo assim
Dia e noite, não e sim


Cada voz que canta o amor
Não diz tudo o que quer dizer
Tudo o que cala fala mais alto ao coração
Silenciosamente, eu te falo com paixão


Eu te amo calado
Como quem ouve uma sinfonia
De silêncio e de luz
Nós somos medo e desejo
Somos feito de silêncio e som
Tem certas coisas que eu não sei dizer

                                                              e digo...

domingo, 1 de janeiro de 2017

Torta? Não, é assim mesmo.

"O que nasce torto, tarde ou nunca se endireita" (?) 
Mais um ano para contrariar(mos) o ditado, ou como diz o carrossel da vida: "nova corrida, nova viagem".
Nova corrida porque o tempo é sempre mais veloz do que de útil (para nosso BOM proveito) fazemos dele, não pára porque não se cansa, não se cansa porque é inesgotável. Acaba apenas para cada um de nós quando desistimos...
Nova viagem, claro! Mais uma que, renovadamente, no início de cada ano prometemos a nós próprios cumprir - com uns "mais" dum lado e uns "menos" de outro, umas benfeitorias comportamentais, umas recusas às viciantes facilidades da(s) moda(s) - mas que se vão esgotando e dando lugar ao "outra vez a mesma merda" inexorável do pachorrento "dolce fare niente" contra natura a que nos vamos acomodando ano após ano.
De qualquer modo, fica bem prometer mudança e lutar por ela enquanto disso nos lembrarmos. 
Que seja! Vamos a isso! Pode ser que isto endireite!
(ou que, pelo menos, pare de entortar...)